Produits | Avin

Células de diálise modelo AUF

Economia energética

A membrana AUF tem uma maior eficiência energética com relação a todas as membranas planas, para além, a membrana autossustentável extrusada AUF não precisa ter um ânodo montado com grades nem de suporte externo nem interno; não é necessária uma grade em PVC como com uma membrana em plano.
A membrana AUF pode expandir-se livremente do estado seco ao estado húmido e oferece:

  • Absorção energética inferior
  • Alta potência penetrante a uma determinada voltagem (de 15 a 20% a mais)

Segurança do processo

  • Os ânodos AUF consentem a circulação anólita sob pressão (650 L/h a 0,3 bar e até a 1000 L/h a 0,6 bar).
  • O cálculo dos requisitos do ânodo AUF vai de 3 a 5 L / h / Ampere / m 2.
  • Nenhum vazamento e menos sedimentação de tinta graças à membrana impermeável e extrusada.
  • Nenhum risco de transbordar da célula AUF no tanque dada a sua construção especial.
  • Não há risco de "sifão" - se houver alguma rutura à membrana AUF, a circulação do anólito, trabalhando sob pressão, fornece uma pressão de retorno que impede esse risco.
  • Em caso de contaminação bactérica, os ânodos AUF podem ser lavados e esvaziados por meio de uma tampa de parafuso posta no fundo da mesma que permite o seu completo esvaziamento.
  • AUF se expande sem vínculos externos / internos.

Manutenção

  • AUF pode ser enxugada, basta lavar a superfície com água desmineralizada ou de rede. Deixando a circulação do anólito em vazão inferior durante a manutenção.
  • A superfície da membrana AUF pode ser escovada com "scotch brite" para remover a tinta sedimentada/seca da sua superfície.
  • Os ânodos AUF pesam apenas 15 kg cada um (2,1 m de comprimento da membrana ativa).
  • O deslocamento ou a substituição dos ânodos AUF dos seus suportes não requer ferramentas especiais de levantamento (um ou dois operadores).
  • A manutenção de um ânodo AUF precisa de no máximo 2 pessoas.
  • A extração do ânodo AUF é fácil, graças a um parafuso de PVC na parte superior da célula.

Duração

  • A membrana AUF permanece lisa sem formar rugas ou ruturas que provoquem entupimento das membranas com pigmentos de tinta.
  • Avin fornece doze meses de garantia à sua membrana AUF (excluindo elétrodos AUF) para o sistema contínuo ou descontínuo.
  • A experiência adquirida prova que os ânodos AUF fornecem funcionalidade correta mesmo após 5 anos.
  • Efetuando a cada seis meses uma rotação de 90° apenas do elétrodo AUF se consente uma maior duração do mesmo.

Membranas

Na pintura eletroforética (cataforese, anaforese), as membranas de ultrafiltração são utilizadas para a recuperação da tinta de drag-out e para uma correta gestão dos parâmetros químicos-físicos do banho. As membranas propostas são estudadas apropriadamente para esse processo.

Características

  • CAPACIDADE DE CIRCULAÇÃO: mínimo 12,5 m3/h
  • PRESSÃO DE EXERCÍCIO: 3,0-4,1 bar
  • PRESSÃO MÁXIMA DE ENTRADA: 4,4 bar
  • PRESSÃO MÍNIMA DE ENTRADA: 1,0 bar
  • TEMPERATURA MÁXIMA DE EXERCÍCIO: (produção) 50°C
  • TEMPERATURA MÁXIMA DE FUNCIONAMENTO: (limpeza) 50°C
  • TEMPERATURA DE ARMAZENAMENTO MÍNIMA: 5°C
  • PRÉ-FILTRAÇÃO: 50 μ
  • SUPERFÍCIE DA MEMBRANA: 26,9 m²
  • PESO: 20,8 Kg
  • pH: 2÷10

Paint lift

A plataforma de elevação permite o movimento da cesta nas três dimensões. O dispositivo é projetado para trabalhar em ambientes com atmosfera explosiva. O movimento da cesta, o controlo e todos os dispositivos de proteção/segurança são geridos exclusivamente pelo ar comprimido.

O operador pode mover a cesta na direção escolhida por meio do uso de três alavancas de comando. Cada alavanca consta em uma válvula de três posições operativas. A posição central de cada alavanca é uma posição predefinida, o fluxo do ar é bloqueado e o movimento da gaiola naquela posição é impossível. Quando a válvula é acionada, o fluxo de ar é ativado permitindo o movimento da cesta na direção selecionada.

Fornos por esteira

O forno de cozimento por esteira é do tipo por "convecção forçada" com circulação transversal do ar. As paredes são realizadas com painéis sanduíche em chapa pré-pintada, isoladas termicamente com lã de rocha. Por meio do ventilador elétrico, o ar é aspirado pela parte inferior interna do forno, para depois ser conduzido diretamente em torno do permutador de calor. Esse último, por meio do queimador, aumenta a temperatura do ar até aquela definida no instrumento de regulação posto no quadro elétrico. Por efeito do impulso do ventilador, o fluxo de ar é conduzido ao plenum ou aos dutos de distribuição que consentem o forçamento e a distribuição do ar de modo a tornar uniforme a secagem dos produtos.

O transportador por esteira é constituído por um chassi moldado a pressão, uma esteira em rede Aisi 304 com correntes laterais, árvores e pinhões que permitem o movimento mediante um motor elétrico.